sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Sorrir para a vida

Tenho meditado muito sobre esta frase. Foi-me dita no meio de uma conversa simples, familiar e, de repente assumiu toda a importância em mim. Talvez o mais grandioso na vida seja realmente isto. Ainda que por vezes vivamos situações difíceis no trabalho, frustrações mal resolvidas, dores emocionais difíceis de ultrapassar, conseguir olhar para o que temos de bom e sorrir. Não é preciso convencermo-nos de nada. Não vale a pena pensar que tudo vai melhorar de repente, às vezes até acontece, mas muito frequentemente não. O bem estar cultiva-se. Conseguir sorrir durante o processo não resolve, mas anima muito. Ajuda a enfrentar as questões com mais serenidade e a atenuar medos e dores.


Não consegui ainda acabar a manta de crochet para a minha menina, mas isso pouco importa. O que é realmente bom é estarmos novamente os 5 juntos cá em casa, a saborear o maravilhoso mês de Setembro, mês de recomeços, de ninho e de aconchego.





3 comentários:

Filipa disse...

Concordo plenamente. Olhamos demasiado para o que não temos, em vez de agradecer o que temos. Eu todos os dias agradeço a minha família e vivo para ela a sorrir! :)

Sara T. disse...

Saudades tuas Cristina querida!♥
Beijos e obrigada pela tua doçura sempre

Margarida disse...

Lindas, as tuas palavras, que reflectem uma atitude tão digna e triunfante. Força nesse propósito.