segunda-feira, 24 de março de 2014

A crescer










Ficou separada da mãe na última mudança da vacada entre pastagens. Tinha nascido há poucos dias e ainda estava resguardada pela progenitora dos olhos dos estranhos, atrás de alguma esteva ou sobreiro. Quando se deu a mudança do grupo a mãe foi para a nova pastagem e ela ficou. Uma semana sozinha até, por puro acaso, a encontrarmos. Deixou-nos perplexos pela resistência que demonstrou ter. Agora está resguardada por nós, no estábulo, alimentada a "biberon", duas vezes por dia, para delícia da minha gente pequena e meu cansaço. De manhã preparamos 7 pequenos almoços e à tarde 7 lanches. O veterinário diagnosticou-lhe uma infecção nos pulmões e por isso aprendi a dar injecções. Não sei se conseguirei ser uma "boa mãe", às vezes encontro-a abatida outras vezes com vontade de sair do estábulo, curiosa com o mundo. Devagar, está a crescer.

A manta para o "O Enxoval" está a evoluir a bom ritmo. Com cores alegres que façam  D. Catarina sorrir, como seria o propósito da D. Luísa (ou como imaginamos nós). Assim que o tempo me permitir apresento aqui o projecto. Até lá vou deixando as fotografias da nossa manta a crescer.

2 comentários:

Ana Soeiro disse...

Trabalho meritório!!!!

4 crianças e uma vitelina, é obra!!!!

Margarida disse...

Que bebé mais linda! Fiquei emocionada com a valentia dela e a vossa dedicação. E claro, imaginei logo os teus pequenos extasiados de volta dela. Beijos e bons progressos em todas as áreas.